2.3.1. Equipar para aprender

Objetivos

Sendo o Ensino Profissional um dos principais pilares para a elevação da qualificação dos jovens e de resposta a necessidades emergências para a recuperação económica do país, pretende-se um triplo objetivo:

  1. Adequar a oferta formativa aos desafios da indústria e da sociedade digital, para que o Ensino Profissional beneficie das melhores parcerias e responda às necessidades de qualificação dos jovens.
  2. Desenvolver projetos curriculares inovadores, com maior integração da formação prática e tecnologicamente especializada.
  3. Infraestruturar centros especializados.

Descrição

O Ensino Profissional, em virtude da sua componente prática e tecnológica e da integração progressiva dos alunos no mundo do trabalho, sofreu as limitações impostas pelos períodos de confinamento. Pensar a recuperação vai para lá das medidas de flexibilização da conclusão dos programas em curso. Assim, ao longo do desenvolvimento do Plano, serão criados Centros Tecnológicos Especializados que implicarão a associação a uma nova geração de cursos profissionais, assentes na inovação curricular e metodológica, capacitando os alunos para novos desafios de aprendizagem.

 

Benefícios e Impactos

A dimensão mais prática e integrada com a formação tecnológica especializada é particularmente motivadora para os jovens. Importa que o Ensino Secundário, enquanto componente integrante da Escolaridade Obrigatória, tenha uma diversidade e especialidade na oferta que responda às aspirações de todos os jovens. O período de pandemia constituiu, para muitos, um afastamento da capacidade de trabalhar em grupo, desenvolver projetos e de ter uma boa interação entre o mundo da escola e o mundo do trabalho. Do ponto de vista social, importa que os jovens encontrem na escola um instrumento concreto de qualificação para o futuro após o período de enormes incertezas associado ao contexto pandémico.

Apostar na especialização no Ensino Profissional é, pois, beneficiar todos os jovens que procuram percursos de dupla certificação e criar massa crítica e infraestrutura para que as abordagens curriculares sejam mobilizadoras para aqueles que aqui encontram percursos de aprendizagem mais adequados à sua vocação.

 

Medidas

Publicação dos critérios para a abertura dos concursos para a criação de Centros Tecnológicos Especializados.

Eixo
2. Apoiar as Comunidades Educativas
Domínio
2.3. + Ensino Profissional