Recuperar Experimentando

Objetivos

Generalizar a rede nacional de Clubes Ciência Viva na Escola (CCVnE).

Promover a dinamização do trabalho prático e experimental, através da definição de cenários integrados de aprendizagem.

Potenciar abordagens STEAM.

Mapear o currículo sobre atividades experimentais essenciais.

Descrição

Alargamento dos CCVnE, que assentam num conceito dinâmico e plural, promovendo:  

- O ensino experimental das ciências em contexto curricular; 

- A articulação entre disciplinas, anos e ciclos de escolaridade, potenciando lógicas organizativas flexíveis, de trabalho prático e experimental, de contextualização do conhecimento e de desenvolvimento de competências científicas relevantes; 

- A criação de espaços de ciência/conhecimento dirigidos a toda a comunidade, para promover o acesso a práticas científicas inovadoras, que estimulem o entusiasmo pela ciência e pela aprendizagem ao longo da vida, através do incentivo ao estabelecimento de parcerias com instituições científicas, culturais e de ensino superior, autarquias, empresas com I&D, entre outras.

A definição de referenciais da abordagem STEAM como forma de desenvolvimento de abordagens interdisciplinares constitui-se como fator de desenvolvimento integrado de saberes e de promoção de uma cultura científica.

Pretende-se, desta forma, criar dinâmicas locais/regionais, em rede, de promoção e partilha de boas práticas na formação/capacitação de professores e na implementação, desenvolvimento e avaliação de cenários de aprendizagem integrados, por embaixadores para a área STEAM em estreita articulação com outros parceiros locais

Benefícios e Impactos

Privilegia o trabalho experimental através do desenvolvimento de cenários integrados de aprendizagem.

Proporciona aprendizagens significativas como resposta a problemas concretos da atualidade (comunidade local/comunidade alargada), que promovam a compreensão global do mundo, através de uma abordagem integrada e holística.

Estimula o entusiasmo pela ciência favorecendo uma formação integral e integrada dos jovens, alicerçada no desenvolvimento de competências científicas.

Beneficia de apoio de profissionais de ciência, tecnologia e inovação que atuem como mentores e tutores dos alunos, estimulando o seu percurso educativo e vocacional.

 

Medidas

Candidatura a financiamento pelas escolas disponível em https://clubes.cienciaviva.pt/.

Acompanhamento e apoio na formulação e execução das candidaturas (outubro de 2021 a dezembro de 2023).

Roteiros sobre cenários integrados de aprendizagens nas áreas STEAM (setembro de 2021).

Webinários, seminários e sessões práticas (a partir de setembro de 2021).



Eixo
Ensinar e Aprender
Domínio
1.3. + Recursos Educativos